terça-feira, 26 de abril de 2016

Dico e Rosinha - Casinha Branca

Sabemos que se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer temos da parte de deus um edifício casa não feita por mãos eterna nos céus, e por isto neste tabernáculo gememos aspirando por ser revestidos da nossa habitação celestial. Eu tenho uma casinha que esta velha e sinto seu final se aproximar, os anos que eu moro nesta terra aqui minha alma achou onde habitar, eu tenho uma casinha já bem gasta que um dia em breve ei de aqui deixar, e quando for levado a outra morada pra sempre com o senhor ei de ficar. Adeus casinha branca em breve ei de deixar tua habitação, adeus morada santa regressarei na grande ressurreição. Eu tenho uma casinha que esta velha um dia o carpinteiro a de vir, reconstruir fazendo outra nova, pra nunca mais deixar de existir, não sei os anos que desabitada a minha casa aqui a de ficar porem ela será daqui tirada e nunca mais aqui vou habitar . Adeus casinha branca em breve ei de deixar tua habitação, adeus morada santa regressarei na grande ressurreição. Eu tenho uma igrejinha nesta vida com gozo sempre louvo ao meu senhor, e juntos com os santos reunidos orando e esperando o salvador, um dia sim vira nos resgatar não mais minha igrejinha aqui será jesus promete nos arrebatar pra junto da sua gloria celestial. Adeus casinha branca em breve ei de deixar tua habitação, adeus morada santa regressarei na grande ressurreição.

Um comentário :